Formação – Parte 2: “Ave Maria”

Por Pe. Valmir Andrade dos Santos, PODP

A Ave Maria é a oração predileta de muitos católicos e muito incentivada pelo Magistério da Igreja. A recitação do rosário de modo mecânico, sem prestar atenção nas palavras mencionadas, faz com que passemos ao largo de sua riqueza e significado. Vamos, numa série de pequenos textos, tecer um comentário teológico-espiritual dessa antiga oração da Tradição Católica.


Antes de mais nada, a “ave Maria” é composta de três partes. A primeira, é retirada da saudação do anjo Gabriel à jovem Maria de Nazaré: “Ave Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco” (Lc 1,28). A segunda, retoma a palavra de Isabel dirigida à sua prima Maria por causa do filho que esta trazia no ventre: “Bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre” (Lc 1,42). A terceira parte consiste numa invocação decorrente da Igreja: “Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém”. Para que se chegasse à fórmula da oração da Ave Maria que recitamos atualmente foi necessário um milênio (VI – XVI).

Colaborou: www.fiquefirme.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: