Sites católicos, contra a catolicidade

Por Hermes Fernandes

Não podemos nos deixar enganar. Muitos sites e canais da plataforma YouTube que se dizem católicos, contraditoriamente, são contra a catolicidade. Podemos perceber essa pedagogia da oposição quando estes se fazem contrários às diretrizes da CNBB. Assim como, aos muitos ministros ordenados, leigos e leigas que manifestam afinidade com os rumos tomados pela Igreja desde o início do pontificado do Para Francisco. Ficam a incitar o Povo de Deus à rebeldia sob o pretexto de fidelidade à Igreja de Cristo. Paradoxalmente aos tempos passados, a heterodoxia que defendem não se dá por pleitear abertura, inovação. Ao contrário, são saudosos por tempos passados. Liturgias que foram atualizadas pelo próprio Magistério. Algo que não aceitam. Querem a volta do latim, opondo-se ao vernáculo instaurado na Liturgia Pós-conciliar. Defendem uma sã doutrina, o que – em verdade – se traduz em um tradicionalismo alienado da realidade e dos desafios de nossos tempos. A Igreja é o caminhar dos seguidores e seguidoras de Jesus, construindo história a partir dos valores do Evangelho. Contrários à atualização sempre necessária da leitura da Palavra de Deus e do Magistério da Igreja, estes sites e canais do YouTube semeiam dúvidas sobre a legitimidade e idoneidade dos pastores da Igreja, nossos bispos e demais ministros ordenados, comprometidos com o Magistério Pós-conciliar. Com isso, atentam contra a catolicidade da Igreja, pois a palavra católica – em sua denominação – significa universal. Esta universalidade só se faz possível por comunhão e partilha. Por isso, estes sites que atacam seus desafetos por alcunhas de hereges e esquerdopatas – em verdade – estão, eles sim, em devaneios heréticos e excomunhão voluntária.

A CNBB sempre esteve em comunhão com a Casa Pontifícia. Nunca na história dessa instituição houve postura que sinalize oposição aos Papas que ocuparam a Sé de Pedro desde sua fundação. Em verdade, a fundação e existência da CNBB se dá por motivos muito louváveis: favorecer a comunhão entre todos os arcebispos, bispos e prelados que, eleitos pela Igreja de Jesus, foram nomeados pelos Papas para o ministério apostólico. Ora, estes pastores – nomeados pela Santa Sé – caminham conosco para manter essa unidade de magistério e pastoreio. Todos as diretrizes, documentos, estudos e programas de evangelização assumidos e promovidos pela CNBB; estão em plena comunhão com a Casa Pontifícia. Se assim não o fosse, a própria Sé Apostólica já teria se manifestado em contrário. Entretanto, há católicos que se sentem mais no caminho da Verdade do que o Papa. Acusam a CNBB, marginalizam os ministros ordenados sensíveis à dor do povo. Clamam pela volta de valores que – pelo Concílio Vaticano II – foram considerados contradizentes com a atualidade histórica e práxis pastoral.

Pensando nestes valores e certos de que nossos bispos são nossos pais na fé, vimos por este texto exortar ao Povo de Deus que não mais dê ouvidos à sites e canais da plataforma YouTube que manifestem posições contrárias à CNBB, assim como, ao Papa Francisco. Nossa Igreja é Universal – todavia – é também Una. Descende do mister apostólico, hoje personificado nos arcebispos, bispos e cardeais. Estes estão sob o múnus deste ministério pelo bem do Povo de Deus. O interesse destes nossos pais na fé é nos conduzir seguramente nos caminhos de seguimento de Jesus.

Mais uma vez insistimos: devemos confiar no Papa Francisco, na CNBB e em nossos ministros ordenados que nos conduzem no caminho de seguimento de Jesus. Aos que se dedicam à difamação e rebelde contestação ao Magistério, devemos oferecer nossa indiferença. Não lhes dar ouvidos. São falsos pastores e, conforme nos orienta a sabedoria bíblica, são malditos aos olhos do Altíssimo. Estes estão longe do sonho de Deus para os homens e mulheres de boa vontade.

Aos nossos bispos, organizados pela CNBB, nossa gratidão pelo sim dado ao chamado de Jesus.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: