Que possamos ser como Maria

IV Domingo do Advento

Por Seny Felix da Silva

Primeira leitura (Miquéias 5,1-4a)

Assim diz o Senhor: 1“Tu, Belém de Éfrata, pequenina entre os mil povoados de Judá, de ti há de sair aquele que dominará em Israel; sua origem vem de tempos remotos, desde os dias da eternidade. 2Deus deixará seu povo ao abandono, até ao tempo em que uma mãe der à luz; e o resto de seus irmãos se voltará para os filhos de Israel. 3Ele não recuará, apascentará com a força do Senhor e com a majestade do nome do Senhor seu Deus; os homens viverão em paz, pois ele agora estenderá o poder até aos confins da terra, 4ae ele mesmo será a Paz”.

            Nesta passagem temos algumas relações sobre o Messias que viria:

* O Messias Nascerá em Belém. 5,2, 3  e emBelém (Hebraico. Casa do Pão), no distrito de Efrata, era pequena demais para ter um lugar entre as famílias de Judá, mas destinava-se a ser exaltada por todo o mundo; pois o Messias nasceria neste humilde lugar, na cidadezinha de seu grande ancestral Davi. De ti sairá aquele que existe desde os dias da eternidade, pois este que há de reinar em Israel.

* O Reinado Beneficente do Messias. 5,4-7.

* Apascentará o povo v. 3 O Messias virá a ser o pastor que opera no poder e majestade de Iahweh (conf. João 10,11; Hb. 13,20; I Pedro 5:4). Os inimigos não serão capazes de molestar, porque o seu nome… será… engrandecido até aos confins da terra.

Neste capítulo 5 de Miquéias temos a promessa do nascimento e as características do futuro Rei de Israel. Esta profecia foi cumprida em Jesus Cristo, mas o desapontamento dos fariseus, saduceus e outros, Jesus anunciou e proclamou um reino espiritual e os judeus esperavam um salvador temporal de seu povo, um reinado materialista. Jesus vem e anuncia que seu reino não é desse mundo.

Salmo  79|80

“2.Escutai, ó pastor de Israel, vós que levais José como um rebanho.* 3.Vós que assentais acima dos querubins mostrai vosso esplendor em presença de Efraim, Benjamim e Manassés. Despertai vosso poder, e vinde salvar-nos.”

“15.Voltai, ó Deus dos exércitos; olhai do alto céu, vede e vinde visitar a vinha. 16.Protegei este cepo por vós plantado, este rebento que vossa mão cuidou.”

“18.Estendei a mão sobre o homem que escolhestes, sobre o homem que haveis fortificado.* 19.E não mais de vós nos apartaremos; conservai-nos a vida e então vos louvaremos.”

Este Salmo nos mostra o clamor do povo para que envie o Salvador,  O Messias, Protetor e Salvador.  É nele que encontramos a nossa fortaleza, para sermos preservados do pecado cometido no Éden, Ele é nosso libertador. A vinha tem paralelo com o povo de Deus e, portanto, a vinha não pode ser destruída, nem pode perecer todo o ramo frutífero, mas a que não der frutos será cortada e lançada ao fogo. O fim de nossa redenção, é que devemos servir àquele que nos redimiu, e não voltarmos aos nossos antigos pecados. E louvarmos a Deus por tão grande salvação, nos redimindo na nova aliança.

Segunda Leitura  Hebreus 10,5 -10

5. Eis por que, ao entrar no mundo, Cristo diz: Não quiseste sacrifício nem oblação, mas me formaste um corpo. 6.Holocaustos e sacrifícios pelo pecado não te agradam. 7.Então, eu disse: Eis que venho (porque é de mim que está escrito no rolo do livro), venho, ó Deus, para fazer a tua vontade (Sl 39,7ss).* 8.Disse primeiro: Tu não quiseste, tu não recebeste com agrado os sacrifícios nem as ofertas, nem os holocaustos, nem as vítimas pelo pecado (quer dizer, as imolações legais). 9.Em seguida, ajuntou: Eis que venho para fazer a tua vontade. Assim, aboliu o antigo regime e estabeleceu uma nova economia. 10.Foi em virtude desta vontade de Deus que temos sido santificados uma vez para sempre, pela oblação do corpo de Jesus Cristo.



Aqui temos vários pontos a observar, em hebreus 10,5-6 Iahweh
Apesar de ser um sacrifício prescrito na Lei, Iahweh não estava agradado, podemos conferir essa informação também em Isaías no capítulo 1,11-18 – As ofertas de sacrifícios meramente ritualísticas, porém sem obediência, estavam sendo repudiadas por Deus.


Jesus vem, como sacrífico final e perfeito, pela qual nos vem a salvação, é Nele que somos santificados. Jesus se fez sacrifício em total obediência a Deus Pai 10,7 Para fazer a sua vontade. cf. também Mat. 26,39,42.


10,9 primeiro sacrifício … segundo sacrifício. O sistema sacrificial antigo, foi removido para dar lugar ao novo sacrifício de Cristo, de uma vez por todas, foi por obedecer que cumpriu a vontade de Deus (cf. 5,8 ). 10,10 santificado. “Santificar” significa “tornar santo”, ser separado do pecado por Deus (cf. 1Tessalonicenses 4,3). Quando Cristo cumpriu a vontade de Deus, Ele exortou para que todo aquele que crê viva uma permanente condição de santidade (Efésios 4,24; 1Tessalonicenses 3,13).

Evangelho Lucas 1,39-56


39.Naqueles dias, Maria se levantou e foi às pressas às montanhas, a uma cidade de Judá. 40.Entrou em casa de Zacarias e saudou Isabel. 41.Ora, apenas Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança estremeceu no seu seio; e Isabel ficou cheia do Espírito Santo. 42.E exclamou em alta voz: “Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre. 43.Donde me vem esta honra de vir a mim a mãe de meu Senhor? 44.Pois assim que a voz de tua saudação chegou aos meus ouvidos, a criança estremeceu de alegria no meu seio. 45.Bem-aventurada és tu que creste, pois se hão de cumprir as coisas que da parte do Senhor te foram ditas!”. 46.E Maria disse: “Minha alma glorifica ao Senhor,* 47.meu espírito exulta de alegria em Deus, meu Salvador, 48.porque olhou para sua pobre serva. Por isso, desde agora, me proclamarão bem-aventurada todas as gerações, 49.porque realizou em mim maravilhas aquele que é poderoso e cujo nome é Santo. 50.Sua misericórdia se estende, de geração em geração, sobre os que o temem. 51.Manifestou o poder do seu braço: desconcertou os corações dos soberbos. 52.Derrubou do trono os poderosos e exaltou os humildes. 53.Saciou de bens os indigentes e despediu de mãos vazias os ricos. 54.Acolheu a Israel, seu servo, lembrado da sua misericórdia, 55.conforme prometera a nossos pais, em favor de Abraão e sua posteridade, para sempre”. 56.Maria ficou com Isabel cerca de três meses. Depois voltou para casa.

Uma viagem a região montanhosa e distante da Judéia pode ter levado de três a cinco dias, dependo da localização da casa de sua parente Isabel. Uma mulher, viajar sozinha dentro daquele contexto social deve ter sido um escândalo mesmo que tenha e provavelmente o fez com uma caravana, não era normal que uma mulher viajasse sem a companhia de uma figura masculina que fosse sua autoridade responsável. Isso sem levarmos em conta os perigos com bandidos na estrada, Maria teve não só uma atitude de compaixão com sua parente idosa e grávida, mas uma atitude corajosa para seu contexto social, rompendo com barreiras de discriminação social que as mulheres sofriam em sua época.

Dançar, pular era considerado uma expressão de alegria, temos um exemplo, em Sabedoria de Salomão 19,9. Porém, histórias pagãs também descreviam sobre bebês dançando na casa da mãe, úteros ou fala na infância, mas os pagãos geralmente consideravam esses eventos como maus presságios;  diferentemente, a atividade de João é vista como um resultado de sua sensibilidade pré-natal ao Espírito Santo.

Nos versículos 46-55  se assemelham  grandemente à Canção de Louvor de Ana,  a mãe de Samuel, em 1 Samuel 2,1-10,  esses versículos enfatizam a exaltação dos pobres e humildes e a rejeição dos orgulhosos e ricos. Também nos mostram que Jesus vem para aqueles que mais precisam, o próprio nome Jesus, significa Iahweh Salva, é Deus vindo ao encontro para socorrer seu povo.

No versículo 48, temos um ponto que vai  ao encontro da cultura mediterrânea onde a antiga civilização enfatizava honra e reputação, mesmo após a morte. No Antigo Testamento é relatado que daqueles que obedecem a Deus, especialmente os profetas, como servos de Deus, terão seus nomes lembrados. Dentro da cultura a pior morte é ter seu nome esquecido por seus descendentes.

No versículo 50, Maria alude ao Salmo 103,17, que no contexto enfatiza a fidelidade de Deus, apesar da fragilidade humana, para aqueles que o temem.

No versículo 51, vemos repetição do que frequentemente é visto em vários Salmos no Antigo Testamento, o “braço” de Deus salvava seu povo e “espalhava” seus inimigos.

Nos versículos 52 e 53, temos  o princípio de que Deus exalta os humildes e expulsa os orgulhosos, o que era comum no Antigo Testamento (por exemplo, Pv 3:34; Is 2,11-12-17; cf. Eclesiástico 10,14). Já  “Encher os famintos” vem do Salmo 107,9, onde Deus ajuda os aflitos porque é misericordioso. 

Para finalizar essa perícope versículos 54 e 55: Deus promete ser fiel ao seu povo Israel para sempre, por causa da aliança eterna que ele havia feito por juramento com seu ancestral Abraão (por exemplo, Dt 7,7-8). Israel é o “servo” de Deus em Isaías 42-49.

Neste domingo as leituras nos falam da promessa, do cumprimento da lei com o sacrifício último e perfeito e o Magnificat de Maria, que nos revela Iahweh O Deus poderoso e capaz de realizar feitos extraordinário, O Deus que  ama e age na história nos lembrando que devemos ser um povo separado, pronto a ser como Ele É Santo, indo contra todas as formas de injustiças, que são cometidas contra os pequenos, os sem vez e sem voz de nossa atualidade. Sempre dispostos a ajudar ao próximo, como Maria, ainda que tenhamos que derrubar preconceitos e formalidades, o amor, sempre ele a dirigir nossas ações e nossos atos. Que Nossa Mãe Maria, possa ser como exemplo de acolhimento do menino-Deus, vindo em socorro de nossas necessidades como fez com Isabel e que nós possamos, hoje, seguir seu exemplo. Estejamos todos com corações abertos e disponíveis para acolher o Salvador que vem e seu amor nos ajuda a ir ao encontro de seu povo sofrido e carente de libertação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s