Judaísmo e Cristianismo – Parte 34: A Renovação do Safed

34 – A Renovação de Safed

Por Philippe Haddad [1]
Tradução de Pe. Fernando Gross

Alguns decidiram retornar à terra dos seus antepassados. Eles voltaram para a Alta Galiléia, numa cidade chamada Safed e constituíram lá uma comunidade extremamente viva que produziu uma abundante literatura. Ela teve um papel decisivo para o futuro do Judaísmo. Safed foi o lugar de uma efervescência mística muito forte. Muitos escritores Cabalistas, da “Ciência escondida” procuraram dar um sentido cósmico ao exílio e a tantos sofrimentos vividos por Israel. Algumas tentativas de auto-proclamação de Messias de Israel por Sabbatai Tsévi (1626-1676) que depois para sobreviver teve que publicamente se converter ao islamismo  e no mundo Askenaze com Jacob Franck (1726-1791 – converteu-se primeiro ao islamismo e depois ao cristianismo). Tudo isso levou muitas comunidades do baixo mediterrâneo a um profundo desencorajamento, depois do trauma psicológico e espiritual vividos na Espanha e depois dessas falsas revoluções. Eram fruto dos perigos de um misticismo popular privado de todas as reflexões filosóficas e de todo rigor intelectual.

____________________

[1] As publicações desta série sobre o Judaísmo são extraídas da obra do Rabino francês Philippe Haddad, no livro: Como explicar o judaísmo aos meus amigos. A tradução é de Pe. Fernando Gross. In: www.judaismoecristianismo.org

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s