Instituto de Filosofia e Teologia da PUC Minas prepara Simpósio Internacional sobre Pastoral Urbana

INSTITUTO DE FILOSOFIA E TEOLOGIA DA PUC MINAS PREPARA SIMPÓSIO INTERNACIONAL SOBRE PASTORAL URBANA

O Instituto de Filosofia e Teologia (IFT) da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas) promove, de 5 a 7 de outubro, o I Simpósio Internacional de Teologia Prática sobre Pastoral Urbana. O evento ocorre de forma on-line e tem apoio da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Entre os conferencistas do evento estão o secretário-geral da CNBB, dom Joel Portella Amado, e o presidente da Comissão para a Comunicação, dom Joaquim Giovani Mol Guimarães, reitor da universidade mineira.

Dom Joel vai abordar o tema “Fragilidades das Pastorais Urbanas”, no dia 6 de outubro, às 19h30. E a exposição vai refletir como lidar com essas fragilidades que envolvem, perpassam e transpassam as atividades pastorais no contexto urbano.

Já dom Joaquim Mol vai falar sobre as conceituações, práticas e desafios da Pastoral Urbana. Isso no dia 5, às 19h45. São algumas das reflexões que serão desenvolvidas: Como compreender o conceito de Pastoral Urbana hoje? Estaria ela disposta a repensar as suas próprias categorias e práticas? Qual é o seu sentido no contexto de sociedades cada vez mais críticas às instituições religiosas?

Motivação

O coordenador geral do simpósio, o professor e doutor padre Jean Richard Lopes, conta que o Departamento de Teologia do IFT promove o evento a partir da articulação de dez professores que têm se dedicado à pesquisa e à reflexão sobre a pastoral. “É uma iniciativa da PUC Minas que quer se inserir também entre as várias iniciativas de reflexão seja a nível teológico, como, sobretudo, a nível pastoral, a fim de poder também oferecer uma contribuição à nossa Igreja”, partilha.

Partindo do campo da Teologia Prática, um conceito aberto que implica uma variedade de situações e ações, ligados ao agir da Igreja, foi escolhido o tema da Pastoral Urbana. Um assunto de destaque na atualidade na Igreja e no âmbito acadêmico.

O nosso mundo se torna cada vez mais urbano, esse urbano não é entendido antes de tudo como uma geografia, cidade, ele é entendido como uma cultura, uma mentalidade que influencia todas as geografias, aquela da cidade, como também aquela que aqui em Minas nós chamaríamos de roça, o mundo do campo. De qualquer modo, a cidade é a melhor expressão desse mundo urbano: o mundo caracterizado por uma pluralidade, nem sempre vivida de forma respeitosa, e, portanto, uma pluralidade que exige um maior diálogo, a fim de que todos possamos, de fato, ser agentes de construção desse mundo. Um mundo também caracterizado por uma liquidez, uma condição muito flexível, muito volúvel, muda constantemente. E cada vez que muda vai provocando situações e demandas novas.

A Igreja está inserida nessa realidade, como comunidade de fé e como testemunha do evangelho, “sujeita a todo esse efeito da pluralidade e também sujeita à movimentação liquida”, observa padre Jean. É nesse sentido que o coordenador do simpósio destaca a importância da reflexão de uma Teologia Prática que tenha como foco a Pastoral Urbana.

“Como nós, na condição de comunidade, de discípulos e discípulas de Cristo nos encontramos nesse mundo, é com esse mundo que temos que dialogar. E é para esse mundo que testemunhamos o Evangelho. Mas, para isso, nós precisamos envolver uma linguagem, uma reflexão, práticas, ações que sejam, de fato, capazes de encontrar espaço nessa pluralidade e, ao encontrar espaço nessa pluralidade, encontrar a capacidade de traduzir a mensagem do Evangelho para o mundo que hoje já não se estrutura mais a partir de uma mentalidade católica, cristã – o que não quer dizer que as influências simbólicas, inclusive morais, do cristianismo tenham desaparecido totalmente”.

Programação e participação

O evento contará com apresentações de comunicações científicas aprovadas pela organização, momentos culturais, conferências, mesas-redondas e debates. A programação completa está no site do evento.

São duas formas de participação: aos ouvintes, sem certificado de participação, basta acessar o Canal do IFT – PUC Minas no Youtube. Já os que pretendem solicitar o certificado, é preciso fazer a inscrição no site do simpósio  com o investimento de R$20,00. Professores e alunos do IFT – PUC Minas são isentos de taxa.

CNBB

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s