“Quão suave é estar sob os cuidados de nosso Deus tão amoroso.”

Por Seny Felix [1]

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo + segundo São Marcos

“Os apóstolos reuniram-se a Jesus e contaram-lhe tudo o que tinham feito e ensinado. Ele disse: “Vinde vós, sozinhos, a um lugar deserto e descansai um pouco”. Com efeito, os que chegavam e os que partiam eram tantos que não tinham tempo nem de comer. E foram de barco a um lugar deserto, afastado. Muitos, porém, os viram partir e, sabendo disso, de todas as cidades, correram para lá, a pé, e chegaram antes deles. Assim que Ele desembarcou, viu uma grande multidão e ficou tomado de compaixão por eles, pois estavam como ovelhas sem pastor. E começou a ensinar-lhes muitas coisas.”  (Mc 6, 30-34)

Nas leituras desta semana, somos convidados a refletir sobre o relacionamento entre as ovelhas e seus pastores.

Na primeira leitura Jeremias 23, 1-6 Iahweh repreende os maus pastores por não cuidar das suas ovelhas como deveria e promete castigo para suas más ações.

Para as ovelhas promete que reunirá todas, de todas as terras e lhes estabelecerá bons pastores, elas não terão medo, não terão pavor e nem se perderão (cf. Jr, 23, 4).

Quanto consolo há nestas promessas de Iahweh! Uma vida sob os cuidados de Deus através de seu pastor, sem medo e sem pavor.

O Salmo 22 (23) nos leva a doce lembrança de que tendo a Iahweh como Pastor,  Ele próprio nos guiará, restaurará nossas forças,  nos levará por caminhos justos, por amor de Seu Nome!

Quão suave é estar sob os cuidados de nosso Deus tão amoroso!

Felicidade e amor nos seguirão todos os dias de nossa vida. A condição é sendo pastoreados e sob os cuidados de Iahweh.

O Evangelista Marcos descreve uma situação em que os discípulos estavam narrando a Jesus o que tinham feito.

Podemos perceber a preocupação de Jesus para com seus discípulos, sente seu cansaço e os convida a estar sozinhos com Ele, pois nem tinham tempo de comer.

É necessário o descanso, uma pausa em intimidade com o Mestre.

Jesus quer dar atenção a seus discípulos para que descansem.

Mas o povo. Ah! Suas ovelhas… foram atrás e chegaram lá antes deles, o coração de Jesus ficou tomado de compaixão por suas ovelhas.

A palavra hebraica (hamal) e grega (splanchnisomai), às vezes traduzidas como “compaixão” também têm um significado um pouco mais amplo, como “mostrar pena”, “amar” e “mostrar misericórdia.”

Sinônimos próximos de compaixão em inglês “ser amado por”, “mostrar preocupação com”, “ser compassivos,” e “agir com gentileza” todas essas expressões nos dão a dimensão do sentimento de Jesus para com seu povo que “eram como ovelha sem Pastor.”

Se de um lado foi capaz de perceber que seus discípulos precisavam de descanso, também sentiu a ânsia do povo, perdidos sem Pastor em busca de seus cuidados, de suas palavras.

Que neste domingo possamos nos deixar envolver por um Deus Amor que dá o primeiro passo, que está atento as nossas necessidades.

Que deseja nos levar as verdes pastagens e nos fazer repousar.

Quão suave é estar sob os cuidados de nosso Deus tão amoroso!

____________________


[1] Seny Felix –  Catequista, Socióloga.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s