“De esmola muito grande cego desconfia”


Reginaldo Veloso,
Para meus irmãos e irmãs de Itacuruba.


Gente querida,


Falo assim, mesmo sem conhecer vocês pessoalmente, porque quando vejo gente precisando de uma mão, sobretudo, gente da Classe Trabalhadora, Comunidades Quilombolas, Gente dos Povos Originários, conhecidos como “Indígenas”, Gente empobrecida de toda sorte… precisando de solidariedade, é comigo mesmo: vocês, em primeiro lugar, são meus Irmãos queridos, minhas queridas Irmãs, meus Companheiros e Companheiras, “em nome de Jesus”, o Deus que quis nascer para nós numa estrebaria, o Deus que se fez “Carpinteiro” em Nazaré, o Deus que morreu por nós numa cruz, entre dois coitados, chamados de ladrões, na verdade, gente sem vez, que descambou para o mundo do crime.


Nesses últimos tempos, pelo rádio e pela televisão, sem falar de jornais e revistas, vocês têm ouvido falar de um megaprojeto de implantação de uma usina nuclear, aqui no município de vocês, como se fosse a sétima maravilha do mundo. Só teria vantagens:


– energia limpa, que, não polui o meio ambiente, nem prejudica a Natureza! …


– entre os projetos energéticos, é tecnologia de ponta, é a energia do futuro! …


– vai ser a chegada do “progresso”, em Itacuruba, inclusive com a geração de milhares de empregos! …


E por aí vai conversa bonita desse povo, que até palestras entusiasmadas têm vindo fazer para vocês…


Quem não pensa como eles, é gente atrasada, que não tem compromisso com o bem do povo, com o progresso … Imagino o que eles andam dizendo das lideranças conscientes dos quilombolas, dos indígenas, dos trabalhadores … Imagino o que dizem sobre a Igreja, a Diocese de Floresta, o Bispo, Dom Gabriel, e de padres como o Pe. Luciano …


Agora eu pergunto: e por que eles não constroem a “beleza” deles às margens do Rio Paraíba do Sul, em São Paulo ou no Rio de Janeiro?… Ou em Foz do Igaçu, no Paraná, de preferência próximo das famosas Cataratas?…


Será que eles se esqueceram do que aconteceu no ano de 1986 em Chernobil, na Ucrânia, onde um reator atômico teve problemas técnicos e “liberou uma nuvem radioativa contaminando pessoas, animais e o meio ambiente de uma vasta extensão de terras” e florestas? …


Nós já conhecemos um longa história de megaprojetos energéticos, grandes barragens (Sobradinho, Itaparica…), que alagaram terras e cidades, prometendo reconstruir tudo e garantindo progresso e emprego para todo o povo, que até hoje está esperando por isso ou já sem esperança, quando não desesperados.

É por isso que o povo diz: “De esmola muito grande, cego desconfia”.


Gente, vamos nos dar as mãos e confiar uns nos outros, umas nas outras, e em quem tem compromisso com a Classe Trabalhadora, com as causas do Povo Negro, com a luta dos povos indígenas… Vamos unir nossas lutas e lutar por aquilo que realmente nos interessa: terra para quem quer plantar e colher, apoio à Agricultura Familiar, apoio ao Trabalho Artesanal, Escola e Posto de Saúde nas aldeias, nos quilombos e na periferia da cidade… E nessa pandemia, que não tem data para terminar, vamos lutar por vacina e um auxílio emergencial decente, que permita a gente se alimentar e viver com dignidade, sem precisar de correr riscos pra si e pra sua família… Fé em Deus e Fé na luta, unida e organizada, de nossos Sindicatos, Associações e Comunidades Cristãs! Deus nos abençoe!.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: