Dois olhares que se encontram

Por José Lenivaldo
Professor

Este crucifixo é tão caro e tão precioso em nossa Espiritualidade. Sim, é o crucifixo de São Damião que outrora, há mais de 800 anos, falou a São Francisco de Assis. É o olhar do Cristo humano divino, todo luminoso que olha para os seus com amor. Basta contemplar este crucifixo para sentirmos o fascínio dos olhares que se encontram, o de Cristo e o nosso.

Penso que Francisco de Assis, no seu encontro com o Cristo da cruz de são Damião, sentiu-se fortemente amado e acolhido pelo fascínio deste olhar amoroso. Um olhar de quem ama incondicionalmente. São olhares que encontram. Um olhar de quem deseja amar e o outro que espera ser amado. A experiencia deste encontro resultou num amor apaixonado de dois homens e neles toda a humanidade sofrida, sedenta de amor, de ternura.

Cristo olhou para Francisco de Assis com este olhar de amor e Francisco acolheu este amor, neste divino-humano olhar. Depois daí, sua vida nunca mais foi a mesma. A força deste encontro de olhares marcou para sempre sua vida e vocação de apóstolo e missionário da pobreza evangélica. O mais bonito foi a consequência deste encontro. Sim, pois nasceu um amor apaixonado por todas as criaturas, sem distinção e discriminação; porque Francisco percebeu que este Olhar Primeiro, só ama, não exclui ninguém!

Bendito olhar de Cristo humano e divino, benditos olhares que se encontraram e se encontram ainda hoje, simplesmente, para amar.

Francisco de Assis nos inspire a olhar e ser olhados por quem nos ama incondicionalmente e nos move a amar o outro a partir do mesmo olhar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: