Francisco é bom exemplo daquele que aposta tudo pela fé

Por| Michel Hubaut, “El camino franciscano”

Francisco de Assis compreende que a fé é uma chama muito frágil no meio da noite. Ele vai andar ao encalço da fé como alguém que deseja abrir um poço no deserto, como alguém que remexe a terra para encontrar um tesouro. Nunca esquecerá que a aventura evangélica começa sempre por uma ruptura. O “homem velho”, todo dobrado sobre si mesmo, ouve o estalar de seus ossos quando aprende a colocar-se de pé e abrir seus braços livres à luz de Deus. Como acolher a gratuidade dos dons do Senhor sem deixar cair de nossas pobres mãos nossas falsas riquezas? Os primeiros anos foram decisivos para o Poverello.

O Evangelho passou a feri-lo como o bisturi de um cirurgião. A pacífica homilia que mantinha adormecida a assembleia dominical se converteu para ele num evangelho de fogo. O contrário do medo é precisamente a fé. Ter a coragem de tudo arriscar. Renunciar ao desejo de manejar sua vida, seus dons, seus bens, de cada dia seguir solitariamente o seu caminho, para abandonar-se à vontade de Deus, para entrar num projeto amoroso sobre cada um de nós… Esse é todo o mistério da fé. Francisco é bom exemplo daquele que aposta tudo pela fé. Não se pode entender nada de suas decisões se não partirmos deste fundamento inicial: a conversão de Francisco é o desejo do homem que se abre ao desejo de Deus.

Fonte: PFICB

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: