Quando a polícia se torna perigo

Por| Hermes Abreu

Na atual crise das instituições, a polícia tem sofrido crescente perda da credibilidade. Não nos referirmos, somente, ao triste episódio ocorrido nos Estados Unidos, o qual, motivou comoção mundial. Também nós temos nossa mácula. Aqui também se mata, se oprime, se sufoca; “em nome da lei”.

Se já não nos bastasse o atual Governo que, claudicantemente, se arrasta sem nada construir; aqueles que nos deveriam ser vislumbre de refúgio em tempos de opróbrio, tornam-se sinal de risco, avatar do medo. A Polícia, instituição que deveria promover a segurança, é – nestes sombrios tempos – simbólico da repressão, do despreparo, da violência. Sobretudo, aos mais pobres.

Desejamos nos manifestar em oposição ao histórico crescente nas estatísticas de ocorrências em que a polícia está no lugar do malfeitor. Violentos, despreparados, racistas, intolerantes com as minorias. O descaso aos Direitos Cidadãos e Fundamentais da Pessoa Humana; é lugar comum nas atuais operações policiais.

Basta! Antes de servir uma instituição, à qual a farda representa, todo homem e toda mulher deve estar atento à Palavra de Deus. Esta, irrefutavelmente, brada: “Não matarás” (Ex 20,13)!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: