Sobre os indígenas e este desgoverno

Por| Hermes Abreu

Muito me intristece a posição do ministro sobre os indígenas. Sabíamos que a intenção desse governo era destrutiva. Desejando o fim das reservas para atender às demandas do Capital, nosso presidente e seus párias estão comprometidos com as bancadas ruralista e sua ganância. O que não sabíamos é que o discurso de oposição às causas indígenas vão além da usura, do lucro, do Capital. É ódio. Ódio aos indígenas e, consequentemente, aos pobres, aos pequenos.

Aos índios resta a terra. Foram historicamente vilipendiados pela ocupação do Brasil. A “Terra de Santa Cruz” de santa não teve nada em seu nascer. Foi edificada sobre o sangue dos povos originários. O que houve foi cruz. Crucificados foram os indígenas, a natureza, os negros trazidos, sequestrados, como máquina do sistema Brasil Colônia. Sangue vertido pelo trabalho escravo. Indígenas, negros, natureza. Todos crucificados.

Lamento as palavras deste ministro. Ignorante acerca da historia. Obtuso no conceito de Ética.

Aos indígenas desse país, cabe – de todos nós que trazemos o mínimo do sangue dos invasores em nossas veias – sincero pedido de perdão! Irmãos e irmãs indígenas: perdoa-nos e nos ensinem sua capacidade de amar. Amar a família como povo, tribo, etinia. Amar a Terra com todas as criaturas, em comunhão integral. O que precisamos é sermos um pouco mais indígenas. Assim, quem sabe, seremos mais civilizados. Mais humanos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: