Quem tem medo do lobo mau?

Por| Hermes Abreu

Quantos são os adjetivos do presidente? Misógino, homofóbico, plutocrático. Quem ainda defende o presidente? Difícil acreditar que ainda o fazem.

Acusações e suspeitas à parte, fico sem entender como pessoas – ditas esclarecidas – ainda insistem no mito. Mitos são falácias. Nada têm com a realidade. O que nos cerca é uma realidade nua e crua de alguém que não tem respeito algum pelo alheio. As falas do presidente não combinam com nenhuma espécie de líder. Quanto menos, com o presidente de um país. Nosso país. Antes mesmo do pleito que o elegeu, já se via em Bolsonaro uma personalidade egocêntrica, desrespeitosa, desajustada. Hoje, mais que alguém estranho, manifesta-se o fracasso.

Fracasso é o que o define. Enumere uma coisa que este líder político tenha realizado de positivo em mais de um ano de governo? Os noticiários não nos informam sobre atos de governo. Quando o presidente está na mídia, sempre sua aparição está ligada a algum escândalo. É sua psicótica família, suas constantes falas agressivas, sua negação ao caos. Bolsonaro destruiu nossa esperança. Assassinou o sentimento pátrio.

Como serão nossos dias vindouros? Sabemos que dias passarão e o governo do messias político não acontecerá. O que nos sobra é contemplar mortes, incertezas, desespero. A casa está a ruir, e – como no mito – o lobo mau ainda sopra para que a ruína seja plena. Destruidor. Aniquilador do brilho e brio de um povo. O único mito que Bolsonaro representa é do Lobo Mau. A quem deveremos temer.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: