O medo não pode nos tornar insensíveis. Albergues estão sendo fechados. Moradores de rua abandonados à própria sorte!

Até o presente momento, 37 centros de atendimento especializado à população de rua no Estado de São Paulo (albergues, Centro POP, Casa de Passagem e afins), foram fechados como medida de prevenção da propagação do COVID-19.

Preocupados com o bem estar e segurança dos funcionários destes centros, os responsáveis condenaram a ficar sem atendimento pessoas em situação de rua. Estes, os pobres, agora se encontram sem alimento, sem abrigo e sujeitos à contaminação pela doença, pois sabemos que a medida principal de prevenção é a higiene.

Lamentamos que a sociedade brasileira considere descartável a vida dos empobrecidos. O clamor dos sofredores chegará a Javé. Que Ele, o Deus dos Pobres, venha em socorro, pois nós, os humanos, não mais entendemos o que é misericórdia. Miserere Domine.

Pela redação:
Hermes Abreu
Karina Moreti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: