Nota de Repúdio às Declarações de Prof. Emílio contra a Campanha da Fraternidade e a CNBB

Por| H. Abreu

Mais uma vez, o Blogueiro Professor Emílio, publica vídeo confrontando a Campanha da Fraternidade e a CNBB. Desta feita, dá orientações de como boicotar a Campanha da Fraternidade. Algo lamentável para alguém que se diz membro da Igreja.

Além de argumentos flácidos, motivados por um ideal alienado, somados a um desconhecimento dos reais valores da Palavra de Deus e da Caminhada da Igreja, somos obrigados a constatar que este homem tem como objetivo incitar motim, incentivar o rompimento com a comunhão. Se antes podíamos imaginar que o senhor Emílio era alguém com idéias equivocadas, hoje podemos estar certos que o mesmo age pela ausência de virtudes. Quem tem como objetivo semear discórdia, rompimento, desunião; está a serviço do Mal e não de Deus, Sumo Bem. Dar orientações de como boicotar a Campanha da Fraternidade, é incitar o Povo de Deus a ter uma atitude de afronto às Diretrizes dos Bispos e ao Magistério.

Devemos nos posicionar em favor de nossos bispos. Não podemos deixar que pessoas com problemas sérios de discernimento, maturidade e caráter, possam se colocar na posição de formadores de opinião, desconstruindo o Caminhar da Igreja. Tais opiniões manifestas neste vídeo, são sinais claros de ignorância completa dos reais valores do Evangelho.

Há que se tomar posição! Todo nosso apoio à CNBB! Repúdio total a pessoas como este Prof. Emílio e seus ideais que destroem o Sonho do Papa Francisco de uma Igreja em saída.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: