Conversa sobre um esmoler

Por| Hermes Abreu

Hoje fui à missa na catedral. Em honra à Assunção de Nossa Senhora. Foi muito lindo. Simplicidade Litúrgica, abrigando a essência do Mistério.

Ao fim da celebração, um homem se aproxima do pároco. Pede-lhe ajuda. Diz que está vivendo nas ruas. Não tem como pagar algo que lhe sirva de jantar. O padre, de cabeça baixa, solícito, saca de vinte reais e lhe entrega. Só lhe sorri e diz: “bom apetite. Deus lhe proteja”.

Nada disse. Só observei e guardei os fatos em meu coração. Porém, um ministro da Eucaristia, após a saída do pobre irmão, diz ao padre: “o senhor não sabe que ele só quer usar drogas? São todos uns viciados! Ele mentiu para o senhor!” O padre, com o olhar baixo, respondeu: “sim, provavelmente, ele mentiu. Provavelmente, vai usar drogas. Mas se, também provavelmente,  ele – desta vez – estiver com fome? E se, desta vez, ele compre alimento, em vez de drogas? Não podemos saber. Se eu, servo de Deus, deixo de alimentar um filho dele porque penso na probabilidade de ser enganado, deixo de servir ao meu chamado, anunciando a boa notícia aos pobres, tendo misericórdia para com eles. Melhor ser enganado por buscar imitar a misericórdia de Deus, do que faltar com esta, por achar que tudo sei, imitando a arrogância do diabo.” Por fim, o padre disse com sorriso maroto: “podia ter dado um pouco mais. Um banho não faria mal a aquele nosso irmão”.

Calado tudo vi. Calado aprendi. Nosso ministério é ser instrumento de Deus e de seu Reino. Não administrá-lo. Como nos ensina o Profeta Isaías, é curar os corações feridos.

download.jpeg

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s